terça-feira, 3 de março de 2009

Reflexo

( foto gentilmente cedida pelo blog Naturalíssima)




Vejo estranhas formas
finas,deformadas
côncavas ,tortas
convexas e quebradas.
Tenho medo de ver
o objecto original
nem me quero aperceber
desta forma tão brutal.
Sei que tudo anda torto
mas não quero estar assim
não me tirem este conforto
de me conhecer a mim.
Abrirei meus olhos a medo
quando estiver à janela
verei o candeeiro em segredo
como estivesse pintado numa tela.
Elevada estou em alegria
pois o que eu imaginava
era o reflexo dele que a chuva fazia
e dizia bom dia a quem passava.




(escrito por mim)



Enviar um comentário