terça-feira, 17 de março de 2009

Lágrimas mudas



Não tenho coragem, coragem para por os pontos nos is. De tão confiante que era , resta agora um farrapo roto e manchado das lágrimas que servem para secar o mar de angustia que me brota dos olhos. Não tenho coragem de não te ver mais, não tenho coragem de gritar ao Mundo quem afinal és, ou quem gostarias de ser. Não tenho coragem de enfrentar a troca. Não tenho coragem de nunca mais sentir as tuas mãos no meu corpo e de nunca mais ouvir as tuas doces palavras quando dizes que me amas e que sou a mulher da tua vida.

Tenho de aguentar e reprimir o que sei e o que penso sobre isso porque tenho medo de te perder. Tenho de enfrentar o resto da minha vida a teu lado, muda para o Mundo e feliz para ti.

Tenho de ter prazer e de te querer sempre que me queres, e o pior é que estou e quero. Tenho de me esquecer do que vejo e sinto, tenho de ser feliz a teu lado e nem penso sequer noutra hipótese, infeliz de quem me tirar o meu amor.

A coragem que não tenho para dizer o que sinto, se transformaria em acções para derrubar quem se colocou no meu caminho.

Tenho de ter força para viver assim , porque sei que nunca mais vai ser como antigamente, o tempo da confiança, de que eu era o seu único interesse e pensamento se desvaneceu como algodão doce na boca.

Quero ser feliz, preciso ser feliz e mereço ser feliz, quem me manda a mim viver num Mundo de ilusão de fantasias e fadas boas? Quem me manda a mim pensar que toda a gente é pura e doce? Quem me manda a mim pensar que não podem existir pessoas que se vendem sem receber, por minutos e podem estragar uma vida? Quem me manda a mim pensar que toda a gente é como eu?

Preciso de andar de cabeça erguida apesar da vista me turvar o caminho, preciso de respirar fundo sabendo que o ar nunca me chegará para me saciar, preciso de me alimentar do amor que me resta, bem devagar e baixinho, para pelo menos isso não me privarem.

Como é duro estar consciente, como é duro nos enganarmos e voltarmos a cair, como é duro amar tanto alguém, como é duro querer-te só para mim, como é duro eu ser só tua e viver para ti.

Como é duro ser uma mulher como eu sou...que não consegue viver sem o seu grande amor.


(escrito por mim)
Enviar um comentário