sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Sem medida




Se meus passos pudessem quantificar o quanto te amo, andaria sem parar toda a vida ...sem dormir, e mesmo assim seria pouco.

(escrito por mim)
Enviar um comentário