quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Calma

(foto de Maria José Dias)


Sei que a calma aparente se parte,

como finas estalagtites.

Por isso as preservo no ártico gelado,

do meu subconsciente.
(escrito por mim)

14 comentários:

Bia disse...

Tentarei manter esta mesma calma guardada em meu subconsciente...gostei muito. Sempre gosto, sempre venho beber de tua sapiência!
bjo, querida!

manzas disse...

Interessante blogue,
Gostei e voltarei...

Sem nada saber
Sem nada dizer
Sem nada falar…
É um simples ser
Que expõem o seu pensar
Proferindo a frase certa…
Ao descrever o seu ver
Distingue-se ao escrever
Como um louco poeta

O abraço…

Xana disse...

Oh Bia , nem penses nisso.
não me ponhas no grande escalão do saber , depois a queda é maior hehehehehehe
beijo.

Xana disse...

Manzas como sempre o teu nada saber , transparece muito.
Obrigado pela visita e pelo abraço , :)
Um abraço também para o poeta e músico

Andreia disse...

Gostei deste cantinho, de certo voltarei :)
Parabéns!

Katarine disse...

Eis que é sempre bom vier um dia de cada vez, e é claro, aproveitar a calmaria, porque sabemos que o tempo sempre muda. É também precisamos nos preparar para quando as tempestades - mesmo que passageiras - voltem!
Lindo texto, bjos!!!!

Multiolhares disse...

temos de nos dominar muito meste louco mundo, para a calma estar presente
beijos

Philip Rangel disse...

O mundo blogueiro é vasto mesmo....passei em um blog amigo e achei o seu....conteudo..poesias...noticias....
blog q te faz voltar sempre...participar....

parabens pelo conteudo aqui apresentado.....

abraços

Philip Rangel

Beatriz Vieira disse...

oi querida,

Já esta lá em meu blog seu texto de ontem, que me encantou de tão lindo e profundo. Meus parabéns.. continue e escrever assim!

bjs

Sérgio Franck disse...

Xana, quem disse que é preciso uma enxurrada de palavras para que nos tornemos manancial de sabedoria?

Lindo!

Abraço.

Amelie disse...

Ola xana. Obrigada por os coments. Tambem gosto do seu espaço e das suas palavras. Este ultimo especialmente...
Voltarei.
Um beijo

Xana disse...

Obrigado a todos pelas vossas palavras de apreço pelo que escrevo.
Beijos para todos e voltem sempre que desejarem

MafaldaMacedo disse...

Uuh, esta saiu-te mesmo bem.
Gostei imenso*

*Bela Poeta disse...

Muito bonito Xana! De fato, manter a calma quando seu coração está simplesmente desesperado pela mudanças-ou pela ausência delas- é realmente difícil. Mas, como você disse, devemos tê-la, e ela terá de ser sim, mais forte do que finas estalagnites.
Um grande abraço!
Vanessa.