segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Carta de amor




Querida filha



Por esta altura já deves ter sentido a minha falta, já não estou sentada no meu cadeirão de baloiço à janela como sempre me encontravas quando chegavas do trabalho e por isso estás a ler esta carta.
Desculpa já não poder ouvir o que fizeste durante o dia,como os meninos estão ou rir contigo de alguma anedota mais picante que te contaram no trabalho.
Mas vê as coisas pelo lado positivo, já não tens de me ajudar a arranjar todos os dias de manhã antes de ires para o emprego e não tens de pagar à D. Francisca para me vir cá dar o almoço.
Não chores minha querida, eu estou bem não me vás buscar, apenas quero que me visites, que não me esqueças ... espero não me tornar uma nuvem que passou por essa casa e desapareceu.
Deves te estar a perguntar como isto aconteceu, eu vou te contar.
À quinze dias, lembraste que vieram cá almoçar os teus filhos, pois bem aquele dia acordou o meu egoísmo, ouvi algo que me despertou desta dormência, a Sarinha virou-se para a mãe depois de me vir dar um grande abraço e disse:

-Ó mãe, agora que a avó podia vir passear com a gente,não pode por causa da vó Bi.
Nem me interessou mais nada, ensurdeci naquele instante, só aquela frase me interessava, como a minha bisneta tinha razão, como podia estar a ser tão egoísta? Desculpa minha filha, mas só quando ouvi aquela frase descobri o quanto peso para ti.
Não quero que te zangues com a Sarinha, muito menos com o Dr. Augusto que foi quem me arranjou o lar onde me encontro agora, pedi a ele sigilo profissional, foi impecável...antes de ir para o lar ele me levou num médico para ver se eu estava bem de saúde. E depois do médico me dizer que ainda vendia saúde, mais força me deu para fazer o que fiz.
Está na altura de viveres sem estares preocupada comigo, de saíres para onde quiseres, de namorares com o teu marido sem fechares a porta, de passeares com os teus netinhos e ires de férias para um sitio onde não seja necessário rampas de acesso.
Sei que todos me amam, e por isso não podia estar aí atrapalhar a vossa vida, quero que me recordem um dia como uma mulher de coragem , que aos 85 anos decidiu a sua vida para bem da sua família, por amor e apreço a tudo o que lhe deram.
Não sintas isto como renuncia à vida,quero ainda viver muitos mais anos, estou lúcida como nunca estive, não estou louca.
Sabes que aqui temos cabeleireira, médico e vamos passear todos os fins de semana, já me disseram que no Natal se faz uma peça de teatro para a família vir ver, sei que ainda estamos em Março, por isso mete no teu telemóvel um recado para não te esqueceres de pelo menos no Natal vires ver a tua mãe artista.
Não quero que deixes de sair ao fim de semana para me vires visitar, vem só quando puderes, e quero que saibas que o que estou aqui a dizer é tudo de coração e verdadeiro.
Fiz isto assim porque sei que não me deixavas vir, e por isso tive de provar o meu amor por vocês desta maneira.
Fala com o Dr. Augusto, não sei bem a morada do lar nem o telefone e quando lá fores não quero choros e sim sorrisos.
Dá muitos beijinhos a todos os meus netos e bisnetos, diz-lhe que a vó Bi os ama tanto que não tem medida, e que se eles quiserem ir lá visitar há um jardim muito bonito para brincarem.

Depois a gente se fala melhor meu amor. Amo-te tanto



tua mãe
Beatriz
(escrito por mim)

28 comentários:

Serena Flor disse...

Bom dia minha amiga Xana!
Nossa que decisão dura de se tomar!
Não sei se teria esta coragem.
Belo texto amiga, muito bonito mesmo.
Cheguei a me emocionar lendo! Um beijo do tamanho do mundo pra você e ótima semana.

Mirse disse...

Lindo Xana! Me fizestes chorar, mas é uma realidade bonita, pois a decisão foi tomada pela Bisa. Sábia, se antecipou àquilo que poderia acontecer de forma pior.

Muito bem elaborada a postagem!!!

Parabéns, querida

Beijos

Mirse

traços de um homem disse...

Bela carta...de amor com todas as letras..linda.
Otima semana
Beijos

Tatiana disse...

Essa carta é pura emoção.
Coisa que somente o amor verdadeiro e a lucidez da alma é capaz!
Uma nova semana inicia... E com ela a oportunidade de novas realizações.
Desejo uma semana repleta em dádivas para você!

Um beijo carinhoso

b disse...

Mães, avós, bisavós.
Mulheres que experimentaram e esticaram a maternalidade , só estas têm a capacidade para o desapêgo.
Para compreender a necessidade dos outros.
Lindo!

Ariane Rodrigues disse...

Lindo texto sobre renúncia e altruísmo! Boa semana para ti também, querida!

Dois Rios disse...

Querida Xana,

Dura realidade que muitas pessoas têm que enfrentar e outras tantas não têm condições ou até mesmo coragem de tomar a iniciativa que a vó Bi tomou em nome do amor a filha.

Muito bonito, ainda que triste.

Beijo,
Inês

Andrea B. disse...

Querida Xana, me emocionei ao ler este texto escrito por ti...passei um período muito delicado em 2008 devido ao problema de saúde de minha mãe, acredito que Deus faz tudo certo, nós que muitas vezes tomamos decições erradas, a minha foi participar mais da vida desta pessoa que amo tanto e que me fez ficar ainda mais próxima dela...Mas ouvi algo parecido como isso: "Eu posso caminhar sozinha, não quero ser egoísta ao ponto de tirar de vc seus momentos"(isso dito por minha mãe)...Mal sabia ela o quanto todos estes momentos eram preciosos pra mim...Obrigada por dividir tanta emoção com todos aqui...bjos!

Maysha disse...

Ola há quanto tempo não passava aqui. Xana o meu netito ocupou-me o tempo todo.
Continua a ser um prazer ler-te, já não é a primeira vez que me fazes chorar de emoção.
Querida deixei um deafio para ti no meu blog, se te der prazer, aceita.
Tem um dia feliz, beijos de luz
Isa

Maysha disse...

Esqueci-me de agradecer Xana, levei o selinho do teu blog.
Beijocas
Isa

Angela Guedes disse...

Oi Xana!!!
Linda carta.
Belas palavras, para esta sábia mulher houve uma renúncia, mas, não a renuncia de si mesmo.
Beijo, e uma ótima semana.
Angela

Xana disse...

Meus amigos

Na vida temos de fazer escolhas e de estar lucidos , quando precisamos de agir em conformidade com as situações.

Não temos de privar quem amamos,quando deixamos de poder acompanhar os outros não podemos ser egoistas, não basta dizer que amamos, temos de o provar :)


beijos e obrigado pela vossa assiduidade e demonstração de carinho ^^

Zé Carlos disse...

Xana, menina querida, obrigado pelas suas visitas....
Beijo enorme do teu amigo do Brasil, Zé Carlos

Maysha disse...

Estás a ver Xana, tanto tempo sem aqui vir e hoje não saio daqui.
Querida porque te considero uma amiga especial, deixei-te o trofeu do amigo no meu blog.
Com o carinho de sempre e um beijo de luz
Isa

Fabricante de Sonhos disse...

Obrigada!!!
Ótima semana pra vc tb!
Quanto aos seus texto, fico sem o que saber dizer...
Espero um dia escrever assim...

Vc me inspira!
Beijos!

Milla

t. disse...

Essência do que é amar.
Belo!
Um beijo!

Beatriz Vieira disse...

Oi Xana

Linda carta..Fala do ser humano na sua essência mesmo.. de amar, de ser egoísta, de refletir.

Muito linda sua postagem
Uma ótima semana
bjs

Parapeito disse...

...é assim o verdadeiro amor...è preciso de facto muita coragem para tomar tal atitude...
Gostei desta partilha ***

OUTONO disse...

Amiga. Tenho apenas uma palavra para comentar o teu mimo:

- NATURAL

Nunca deixes de o ser! Peço-te, se me for permitido.

Beijo, deste Outono já avô!

Xana disse...

Desculpem-me todos os outros que tanto me emocionam com os vossos comentários à minha pessoa e à minha escrita, mas hoje....

Outono, tu me fizeste chegar as lágrimas aos olhos com esse pedido,isso não se faz :)

Se estivesse perto dava-te um abraço bem forte, obrigado de coração!!!!Outono avô ^^

Rosa caída disse...

Pois querida amiga tu me fazes rir e chorar com a mesma facilidade.
O dia dos namorados fez-me rir muito, a tua "Carta de amor" fez-me chorar imenso.
É uma decisão muito dificíl de tomar mas portadora de uma carga imensa de amor, e sendo consciente e não imposta como cada vêz mais (infelizmente)assistimos é de admirar, porque é necessária muita coragem para renunciar ao amor familiar e iniciar uma nova vida junto de estranhos numa fase da existência em que cada vez mais se precisa deles.
Será um gesto de amor ou um auto-sacrificio?
Um coração gigante o da Bi.
Um texto belo que chama a atenção para o abandono dos nossos idosos, tidos como descartaveis e incomodos.
Um beijo amiga (o meme já tem comentários, passe lá se tiver oportunidade).
Nely.

Nela disse...

Olá querida amiga Xana,é verdade estou de volta, tive que deixar um pouco o pc,um familiar esteve doente, precisou de mim amiga.Bela carta belas palavras, sabes que Bivó sensata, e sabes amiga?espero um dia se chegar a esta idade tão linda e ainda me falta alguns anos, visto ter 49, fazer o mesmo, deixar de dar trabalho, e deixar a filha, já que tenho só uma, viver a vida dela, namorar nessa altura com o marido, e viver com os filhos...Deus me dê essa mesma luz, e lucidez principalmente para o fazer amiga, pq é sem dúvida uma bela decisão,foi lindo o que escreveste e muito sensato. Querida vou-te adicionar pq ainda não o fiz, visto ter te como seguidora mas vou fazer,beijinhos grandes e obrigada pelos comentários boa semana amiga.

Liar disse...

Lindo Xana, deixaste-me com a lagrimazita no canto do olho.

Mas adorei esta carta de amor!

Muita Inspiração para ti, e um dia lindo.

Bjinho

Céci

utopia das palavras disse...

Xana

Obrigada pela partilha, dessa carta onde o sentimento e altruísmo, imperaram,uma prosa poeticamente bela, cheia de amor!

Beijinho

A.Tapadinhas disse...

É preciso coragem para escrever essa carta de amor! Muito mais do que outras mais conhecidas...
Beijo.
António

luciana disse...

mil beijos...............;(((

Sérgio Franck disse...

Xana, que maravilha de texto lindo.

Anónimo disse...

Adorei o texto!

percebi que existe pessoas, que por se sentirem mal de uma certa forma, tomam decisões que outros preferem nem pensar em assumilas.
mas nem sempre tomamos as decisões certas, e penso que ir para um lar, devido aos ciumes não foi das melhores atitudes.

de resto adorei por completo o texto ^^
bijnho grande da sua pequena fã
*(adoro dizer isto não sei porque)=P