segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

" Vem ... estou aqui ! "



Minha pele está seca,
meu olhar vazio.
Espero somente que um sopro
me leve.
Uma brisa suave
que me aconchegue.
Uma luz que me alumie
o caminho até ti.
Meu cabelo branquinho,
que outrora fora preto carvão.
Meus lábios que já foram carnudos,
são agora finos como cristal.
Queria apenas ,
não ter medo,
deste mundo partir.
Será que te vou reencontrar?
Será que te vou beijar de novo?
Esperei pacientemente a partida,
mas tenho medo,
de nada ver e sentir.
Tenho medo de não sentir o teu calor,
e o teu corpo.
Quem me dera que pudesses me escrever,
numa carta perfumada,
e nela ler...

" Vem estou aqui !".

Assim não teria mais receio de partir,
sabia que te ia cheirar,
e ficar contigo para sempre,
abraçados ouvindo o bater do teu coração.
E quantas saudades eu tenho,
Desse som do teu peito.
Se assim for , estou pronta.
Quero ir com o meu vestido verde,
com o ultimo colar que de ti recebi.



Adeus meus amores terrenos.
Não fiquem tristes,
não chorem...
Afinal o meu amor, espera por mim.


(escrito por mim)

17 comentários:

Sérgio Franck disse...

Xana, um poema bonito, bonito e... Bonito.

A você toda a sorte pacífica do mundo. Boas festas e um bom novo ano.

Renato de Oliveira disse...

Pois é Xana, assim "deixa-nos" com um travo amargo no corpo e na pele!

A juntar a este belo poema, fica a vida perante a morte! É um dilema bem dificil de resolver!

Tenha um bom Natal abençoado!

Beijinho,

Renato

Xana disse...

Obrigado Sérgio, era tão bom que fosse bonito no sono eterno.
Eu quero ter esperança que seja, mas o meu lado racional diz que não!!

Xana disse...

Renato , obrigado por ter voltado.
O travo amargo é da nossa incerteza do que virá depois...agora é tão bom , apesar de algumas chatices.Era tão bom que continuasse.
Feliz Natal com aqueles que ama.

Jorge disse...

Arrebatador.
Obrigado

Xana disse...

Jorge
Meu amor, só espero que um dia quando tiver de ser, vá primeiro que tu...é egoísmo? talvez , mas não sei se aguentarei tal dor.
Eu estarei lá à tua espera, como agora em vida, quando chegas do trabalho.
Amo-te

Anónimo disse...

Tanta ternura!...
Mãe, Esposa, um Amor que perdura;
Homem de sorte, filhos do Amor,
Pequena ausência, ai a dor!...
Que o coração não sensura,
Ai, essa paixão que todo o mal cura!...

Parabéns Señorita Xana! Que Deus multiplique toda a felicidade que deseja para todos quanto desejar.
Parabéns pelo Espirito aberto com que canta seu Amor pelo Amor do felizardo, seu marido e seus filhos!
Aqui estou, não em retribuição, mas para lhe desejar um natal replecto de Saude, Amor e felicidade,
Escolha entre...Beijos e Abraços!

Dois Rios disse...

Lindo, Xana!

A eternidade de um amor que se quer para além da vida.

A imagem também é lindíssima.

Parabéns!

Feliz Natal!

Beijos,

Inês

Alice disse...

Xana querida, vc escreve com a alma rasgada, e isso é dom que poucos tem !!

Lindas palavras !


mil bjus pra vc

Vanessa. disse...

Belíssimo poema, adorei, de verdade!

Xana disse...

Krystal ...Obrigado pela sua visita e pelas suas palavras.
Espero por si e vou voltar ao seu cantinho também.
Cuidado com os doces! :)

Xana disse...

Inês, obrigado por ter voltado , fico tão feliz pelos vossos mimos.
O que escrevo é o que tenho no coração...às vezes parece que nem existem palavras para exprimir tanto sentimento.

Beijinho

Xana disse...

Alice..como vai o seu trabalho?
Espero que tudo vá de vento em popa.
Muitas felicidades e um Santo Natal.

Quanto à escrita, só sou uma simples mulher que tenta colocar cá fora aquilo que sente.
Beijosss

Xana disse...

Vanessa,gostei da tua visita..."acho que te posso tratar por tu! né?"
Também fiz uma visitinha ao teu cantinho e lá voltarei mais vezes.
Obrigado por teres deixado aqui a tua marca de leitora ;)

beijo e Feliz Natal

*Bela Poeta disse...

Poema de suave tristeza, mas sem chegar a ser nostágico. Lindo de verdade. E os ricos detalhes: "vou pôr meu vestido verde; usar o último colar que me deste"...Ótimo. Gostei muito de seu blog Xana,e agora que virei sua seguidora, estarei aqui sempre. Deixo o convite para visitar este meu blog bebê. Seria uma honra para mim. Esperando... *Bela.

Xana disse...

* Bela ...
a honra é toda minha , sou apenas uma mulher comum, com sentimentos muito fortes que por vezes nem sei como exprimi-los, só os tento passar na escrita e fico feliz por gostarem do que escrevo.

Feliz Natal

Nez'ita disse...

este texto faz lembrar pessoas que ja passaram por mim, que infelizmente foram cedo de mais. já se encontravam nessa fase, velhice, e decerteza, espero, estaram á minha espera mas daqui a uns bons aninhos. bjo