terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Adeus




Um dia,
eu queria ter coragem.
Quando soubesse que a noite eterna,
fosse chegar.
Fazer com que me detestasses,
que me odiasses até.
Assim o meu coração e alma iam felizes,
por saber que não irias chorar,
a minha partida.
Mas acho que não sou corajosa,
e quero te ter a meu lado.
Para no ultimo suspiro,
Te dizer com voz doce,
Amo-te ...
E minhas cinzas poderes deitar,
ao mar.

(escrito por mim)
Enviar um comentário