terça-feira, 14 de abril de 2009

Regresso


Voltaste para mim

Retornaste ao porto

Rumando ao teu abrigo

Tuas mãos acolheram as minhas

Tua pele colou em mim

saciaste minha saudade



Quero a tua presença.



Definho...

sem o teu cheiro e gosto

Preciso de te ver...

na almofada a meu lado.

porque

só assim
vivo.

(escrito por mim)
Enviar um comentário