sexta-feira, 8 de maio de 2009

Cegueira

Hoje a cegueira abandonou-me, muda e queda como se não mais precisasse de mim.Insisto em chamá-la, em desafiá-la para um novo contrato, uma coisa vitalícia em que nenhuma de nós ficasse a perder, mas ela nem se voltou para trás,nem um olhar de cumplicidade, ou de desprezo...simplesmente se foi, e eu aturdida vendei os meus olhos,pois apesar de ter consciência que já tudo poderei ver, insisto nesta loucura.

Agora que todos poderão ver que já não estou cega, só preciso que não me critiquem ou me crucifiquem, juro que me sinto bem assim, pois dos sons, palavras e silêncios sei me defender...mas de imagens e expressões não sei o que fazer. Não estou louca, apenas quero permanecer cega aos meus olhos.


(escrito por mim)

18 comentários:

ARCANO disse...

Sua simplicidade é genial!

Angela Guedes disse...

Oi Xana, lindas palavras, permanecer cega as vezes é mais conviniente.
Bom fim de semana.
Angela

utopia das palavras disse...

Bem verdade amiga, às vezes era bem melhor ser cego...!

Boa reflexão!!!

Beijo

Alice disse...

não entendi...acho que peguei o bonde andando.



bjkasssssss

Soraia Silva disse...

ninguem tem direito de julgar...

cada um olha o mundo como querer, e um "cego" tambem o ve à sua maneira, inagina-o como quer, e isso acaba por ser ainda mais perfeito!!

©tossan disse...

A cegueira as vezes é boa, outras...
Bela poesia simples e cativante! Beijo

paula barros disse...

Quantas e quantas vezes nos acostumamos com os silêncios, as dores, a indelicadeza, e quando tudo favorece o abrir os olhos, o nos libertamos, queremos mesmo é deixá-los fechados.

Um texto reflexivo, gostei muito.

abraços

bia disse...

Refletindo por agora... "ensaios de sua cegueira em nossas outras também"....

bjos, amiga.

Mirse disse...

Bela reflexão, Xana!

Já fiz isso, e confesso que ficaria assim vendada boca e olhos.

Sua sensibilidade é plena!

Beijos

Mirse

Sonia Schmorantz disse...

Linda poesia, sentimentos expostos com sinceridade e sentimento.
beijos e um lindo final de semana

Liar disse...

Como entendo este poema... Era bem melhor estar cega em certas situações!

Adorei Xana.

Bjinhos

Céci

Anónimo disse...

Olá linda...

Adorei teu carinho...
sempre visitos blogs que me
chamam atenção...
lindas fotos e texto!
bela intensidade!
Beijos a ti

Beatriz Vieira disse...

oi querida

Lindas palavras!!!
Passei para desejar um feliz dia das mães para você!!!

Bjão!
Bea

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA XANA, MARAVILHOSAS PALAVRAS... GOSTEI!!!
BEIJINHOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

Rosangela disse...

Eu já desjei muitas vezes não saber distinguir entre o certo e o errado...Mas infelizmente não dá...

Beijos poéticos...Lindo texto

Franzé Oliveira disse...

Texto interessante, viu?

bjos.

Xana disse...

Arcano , obrigado querida :)
beijo

+++
aNGELA ...o chato é por vezes não conseguirmos .
beijinhos

***
Ausenda, só se estivermos bem longe da realidade,senão não serve de nada é só uma mascara.
beijokas
****
Alice, só continuamos a ser cegos quando queremos amiga!

beijinho

****
Soraia, isso só no verdadeiro sentido da palavra!

beijinhos

****
Tossan , desde que não nos apanhe desprevenidos com surpresas...
Beijo

***
Paula , fechar os olhos é uma carapaça nossa para nos protegermos :)
beijinho e obrigado pelas tuas palavras

***
Bia , vai lá reflectir e vê se queres tirar a tua venda ou não ;)
beijo

****
Mirse, essa da venda na boca, ponho muitas vezes para não dizer o que quero rsrsrsrsrs

beijinhos amiga

***
Sónia , obrigado pelo carinho
beijinhos

****
Liar, o melhor mesmo é levantarmos um pedaço da venda de vez em quando para não nos apanharem desprevenidas ;)
beijinhos

****

Obrigado dançarina pela tua visita e pelas lindas palavras de incentivo
beijos

***
Bea , obrigado pela lembrança aqui já foi no primeiro domingo de Maio :)

beijinhos

****
Obrigado Fernanda pelas tuas palavras :)
beijo

***
Rosangela, a gente só se engana , não é?
também já cheguei a essa conclusão;)
beijinhos e volta sempre

****
Franzé obrigado :)
beijo

Nely disse...

Olá amiga.
Ás vezes somos nós que não abandonamos a cegueira o que é bem pior.
É um belo texto que nos faz reflectir, principalmente quando somos nós a colocar a venda nos olhos...porque os maiores cegos são os que não querem ver!
Parabéns Xana.
Beijinho.
Nely.