quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Palavras para quê??


Acordo em desatino balbuciando a medo o que sei, finco os pés na vida louca, e atiro palavras ao vento na esperança que um dia alguém ouça a minha sinfonia e me dedilhe como mereço.

6 comentários:

Dois Rios disse...

Minha linda Xana,

O maestro das nossass vida somos nós. Nós é quem escolhemos a nossa sinfonia e a entregamos a quem sintamos bem lá no fundo, que saberá dedilhá-la como merecemos. No meio de uma grande orquestra, há sempre alguém que nos toca aos ouvidos e ao coração com uma nota diferenciada. Daí, o amor cria asas e vira canção.

Fui, mas fiquei por aqui. De vez em quando venho matar as saudades.

Bem-vinda, querida Xana!

Beijos muitos,
Inês

Nely (T) disse...

Até o próprio vento escuta a tua sinfonia e dedilha a esperança, acordando a vida louca...mas boa!

Bem-vinda querida, tinha saudades.

Beijo amigo.

Mirse Maria disse...

Lindo, Xana!

Mereces sempre tudo de bom que a vida tem para dar. És meiga e maravilhosa!

Beijos, amiga

Mirse

Vanessa David Justo disse...

Uauuuuuuuuu!!! Parabéns!!!

Obrigada pelo comentário!
Abraço.

Moni disse...

O re conhecimento e a falta seram sempre constantes, mas o que nos diferencia é a esperança e a vontade.

Oi querida a quanto tempo não venho aqui heim...
Bom mais vou voltar novamente ta.

bjos querida

tem selo pra vc la no meu blog

=]

tossan® disse...

Lindo! Palavras para quê? Abraços