segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Acordem prá vida !




É engraçado, como algumas pessoas se acham importantes e mesmo indispensáveis na vida de outra, mesmo sem a conhecerem. Julgam elas que as conhecem, e será que são só elas que as conhecem mesmo? Ou a pessoa mais próxima também sabe dos pormenores e só não as demonstra por amor ou por comodismo?

Já li algumas vezes em blogs e hi5, alguém que se acha muito aberta nas suas relações virtuais, até mesmo sem nenhum pudor de se querer encontrar com esse ser que está do outro lado. Alguns acham até que sabem mais, do que a própria mulher, namorado ou marido do outrem, será?

As frases escolhidas são, Eu conheço-o, ele se abriu comigo! Ninguém sabe melhor o que ela quer senão eu. Eu podia lhe dar o que ele nunca teve. Quando teclamos, eu sei que ele está a ser ele mesmo.

Pode haver casos, e sei de casos em que arranjaram companheiro ou companheira e até casaram, mas continuo a achar que a maioria das pessoas que abrem blogs ou hi5 ou facebooks,com esta pretensão querem é sexo sem custos.

Afinal, e expliquem-me o que são essas pessoas que se expõem a fazer valer as suas habilidades sexuais , deixa de ser prostituição por não levarem dinheiro? E as pessoas que lhes dão conversa para obter esse serviço, já não sabem de antemão que vão ter aquilo que querem?

Aí tenho a certeza que sim, está tudo ali para um mesmo fim, acho até que há homens e mulheres que indiciam a outra que as amam e que as fazem se sentir valorizadas, e depois, dizem que lhes tê muito carinho e respeito , mas que cada um tem de seguir o seu caminho.

Não é a primeira vez, que dou por mim a pensar nisto, este meio de obter sexo fácil e barato é muito bom , mas não para todos, afinal as meninas e meninos de rua qualquer dia estão no desemprego, pois estas pessoas tão habilidosas disponíveis e boas samaritanas estão a tirar-lhes o lugar. Tem a vantagem, ainda por cima, de se poder escolher o produto com fotos reveladoras dos sítios corporais mais indicadores do bom sexo, e para todos os gostos.

A prostituição é um bem necessário , eu sei disso, há muita gente sozinha, que se sente feio/a e que não tem coragem de iniciar um relacionamento, tantos problemas, mas a minha questão é naqueles que têm família e procuram esse tipo de serviços, vão voçes achar que sou bota de elástico, posso ser, mas quem me garante a mim que a esposa ou marido que estão em casa um dia não poderão apanhar sida ou outra doença , como a hepatite ou doenças venéreas? Sabem que cada vez mais há mulheres na 3ª idade que lhes é diagnosticado sida , por causa dos seus maravilhosos maridos irem mijar fora do penico?

Acho que apesar de cada um ter os seus desejos, pancadas e taradices, não somos animais e devemos nos controlar, devemos preservar as pessoas a quem dizemos que amamos, e não lhes dar desgostos ou a morte.

Afinal quando nos juntamos com alguém, acreditamos nessa pessoa e não há dor maior que a pessoa sentir que viveu na mentira grande parte da sua vida.

Um dia alguém me disse que enquanto se está a gozar e a ter prazer não se pensa nas consequências, e enquanto se conseguir...depois logo se vê!

Essa frase a mim assusta-me.

Sei que há pessoas que se escondem na família que criaram, no trabalho e até no tipo de amizades que têm para não transparecer os verdadeiros seres que eles e elas são, alguns pedem sigilo e muita descrição em todo o processo.

Outros nem por isso têm o desplante de dizerem que são casados e que procuram X ou Y para encontros. Essas pessoas devem estar bem certas que não serão encontradas por pessoas conhecidas, mas o Mundo é pequeno.

Será que era uma bênção ser encontrado? Será que era um alivio alguém saber que a Z era lésbica ou o T bissexual ?

Pergunto-me por fim porque é que essa gente se acha tão importante no papel de prostituta ou prostituto em alguns minutos da vida de quem não conhece ? Será que têm a pretensão de se achar importantes na vida do outro? É estranho para mim, acho que estas pessoas têm muito pouco amor próprio e por isso são presa fácil. Acordem prá vida, só são lembradas quando precisam de ser usadas.


(desabafo meu)


9 comentários:

Mirse Maria disse...

Oportuno e muito bem posto o tema!

Não sei como ocorrem esses fatos, nem como as classificam as leis.

Dou-te razão porque não somos animais. Existe coisa mais fria que uma tela? E sexo sem amor, vale â pena? Quem garante a verdade, sem olhr nos olhos do outro ?

Parabéns, Xana pela coragem do texto.

Beijos

Mirse

Nilson Barcelli disse...

Compreendo o teu desabafo.
Algumas ideias soltas...

Não concebo o sexo sem sentimentos recíprocos, mas aceito que há pessoas que fazem sexo pelo sexo (julgo que a maioria dos homens será assim e que as mulheres caminham nessa direcção).

O conhecimento do outro depende da abertura das conversas. Há pessoas que são menos inibidas a falar com desconhecidos. Outras, é ao contrário...
É natural, por isso, que algumas pessoas se conheçam melhor do que à primeira vista possa parecer...

O conhecimento do outro, na vida real, é perturbado pelo contexto social e pelo aspecto corporal, os quais provocam ruído na recepção/emissão dos dados de cada pessoa.
Sem isso, é mais fácil ver o interior de cada um. Porque o foco é naturalmente desviado para as características não materiais das pessoas, pela falta das referências externas.

Há muitas pessoas carentes na net, por este ou por aquele motivo.
Há as que procuram divertimento saudável, ocupação de tempos livres, etc., etc. Mas há as que precisam da net para suprirem as suas carências.

Tudo reunido, ainda que cada relação seja única e irrepetível, existem boas condições para o namoro.

Não sou psicólogo ou sociólogo.
Baseio-me apenas no conhecimento que adquiri ao longo de 6 anos de blogues.

NOTA: A prostituição é um bem necessário? Ou querias dizer mal necessário?

Beijos...

Xana disse...

Acho que não é coragem, é raiva de certa gente que se acha o centro da resolução de todos os males, e que ainda riem na tua cara se for preciso, gente baixa e ainda se for preciso se fazem de coitadinhos/as.
É melhor estar calada!

fico irritada com certas coisas, me enojam!
beijos e desculpa o desabafo mais uma vez

Xana disse...

há muitas mulheres já estão nesse caminho faz tempo, por isso é tudo muito fácil, quem diz mulheres diz toda a variedade que daí advém.
hoje a banca da praça está ao rubro, e quem quiser é só escolher!

deixou de haver vergonha e descrição, as coisas são publicadas sem o menor pudor incluindo fotos, e quem tem filhas na adolescencia , fica verde de vergonha...eu fico!!

´beijo Nilson

O Profeta disse...

Parei na viagem de rumo e estrelas
Sentei-me à beira de uma lagoa sussurrante
Um Milhafre fitou-me zombeteiro
Hesitei na procura do adiante

Na ilha há sempre uma criatura em vigília
Há sempre um feiticeiro vento
Há sempre uma flor que a alma seduz
Há sempre no acontece um mágico momento




Doce beijo

aa disse...

Olá Xana,
mas que grande desabafo...!
Hoje em dia já nada admira... vê-se tudo e de tudo... no mundo virtual as pessoas acabam por ter acesso a tudo que procuram...
A meu ver, o grande problema mesmo, é as pessoas muitas vezes, não pensarem nas consequências dos seus irresponsáveis actos...
Beijos,

AA

Silvia /('.')\ disse...

olá xana! obrigado pelo comentário, aquela é Alice minha filhinha que chegou há 1 mês em minha vida e encheu tudo por aqui de alegria.
enfim terminamos a reforma da casa, e sei que você também estava em reformas, ufa! como é difícil....mas sempre vale a pena, reformas, mudanças....
sobre sua postagem, acho que você disse tudo, eu concordo com você, acredito nos valores reais, aqueles que um mundo virtual jamais proporcionará.
bom fim de semana

Céci disse...

Olá Xana,

Grande desabafo, e sim tens razão no dizes.

Mas as pessoas têm interesses diferentes na net, o sexo, a solidão, a falta de amor, conversar, escrever, partilhar ideias, tantas razões que trazem as pessoas à net, muitas veses até começam por curiosidade. E claro que também sei de casos de muita gente que foi enganada, que se iludiu, que se envolveu, que confundiu sentimentos, e aí, quando se apercebeu já é tarde.

Agora eu pessoalmente como já disse mum post teu já fiz amigos/as pela net, e ainda hoje somos amigos, e há pessoas que gosto mesmo de coração, a Ana do Behappy por exemplo, conheço-a à pelo menos 3 anos, e posso dizer-te que gosto dela como se a conhecesse, mas tenho mais amigos e amigas como a Ana. O que eu acho é que uma pessoa tem que saber o que quer quando entra neste mundo, ou o que vem fazer, depois é claro que se encontrar muito doido e doida, mas aí, podemos fazer opções, ou entras na doideira, ou simplesmente ignoras.

Gostei do teu post, não sei se vai fazer alguém acordar para a vida, mas que de vez enquando é bom lembrar como é este mundo, é!

Bjinhos

Céci

Silvana Nunes .'. disse...

Navegando sem rumo com a intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até aqui. Muito bom o seu espaço, gostei bastante. Certamente voltarei mais vezes. Aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Se você gosta de histórias, garanto que vai gostar.
Saudações Florestais !