quinta-feira, 4 de junho de 2009

Idade



Desta árvore caem as folhas,

Sua tez descascada do tempo.

Perdeu a vaidade na idade,

perdeu a conta do que viu e escutou.

Tombada pelo vento,

os seus braços ainda resistem.

Força de vida e de querer,

luta por si mesma

pela luz que quer ver.

Desvalorizada e abandonada,

finca as raízes à terra.

Pensa ela, que só morrerá

quando por ela tiver vivido tudo.

E como uma criança teimosa,

ficará assim curvada e sem folhas

até chegar o dia em que a sua seiva,

irá por si só adormecer

e a deixará descansar!

(escrito por mim)

39 comentários:

Angela Guedes disse...

Oi Xana!!!
Quero agradecer o seu comentário deixado na minha última postagem, porque é absulutamente verdadeiro.
Sua postagem "Idade" nos remete à reflexão acerca da existência e do tempo.
Ótimo texto, amiga.
Beijinhos
Ângela

ISA disse...

Xana, bonito poema que acabei de ler. gostei. Obrigada pelo seu comentário no meu blog. Amiga vc já me fez rir! A foto que comentou no meu blog é da cidade velha de Praga. Sim... estava muito frio ... nos 8 dias que lá estivo a temperatura chegou aos 15 graus negativos.
Beijinhos
E volte lá novamente para ver tudo. Deixe a sua marca. Eu sou blogista e é para mim mais facil comentar os blogs que estão preparados...

O'Franck disse...

Xana,

Sem palavras...

vc é nota 10.

Mirse disse...

Que linda metáfora e comparação entre árvor e idade!

Xana, minha amiga!

Que belo poema!

Parabéns, querida!

Beijos

Mirse

Princesa disse...

"Um verdadeiro amigo é alguém capaz de tocar teu coração desde o outro lado do mundo."
Um beijo

Nely disse...

Um dia tudo e todos acabaremos, esperando ter desempenhado bem nosso papel.
Esta árvore deverá ter dado fruto, semente, sombra apetecivél no calor do verão, terá albergado nos seus ramos ninhos, terá sido verde e frondosa e decerto...MORRERÁ DE PÉ.
Muito bonito o teu poema, apesar de triste.
Beijo.

Amelie disse...

Adorei xana!
Talvez o que mais gostei até hoje desde que visito os teus retalhos.
Muito bonito mesmo.
Um bom fim de semana para ti!
Um beijinho,
Amelie

P.s- Consegues entrar na caixinha?

Anónimo disse...

Xana,uma linda e triste poesia!Refletir sobre o tempo nos faz ver o quanto precisamos viver bem o agora!Parabéns!Bjs,

Xana disse...

Obrigado Angela, a idade anda sempre de mãos dadas com o tempo, e a gente no meio :)

beijinhos
*****
Obrigado Isa , irei visitá-la mais vezes com certeza ...beijinho

****
Meu desaparecido;)

como estás ?
obrigado pela nota ...beijo meu

****
Mirse Obrigado pelas tuas palavras sempre constantes e incentivadoras:)
beijinho

****
*Princesa , beijinho também para ti e obrigado pela visita

****
Nely, eu acredito que só temos esta vida , por isso me esforço em torná-la o mais feliz e duradoura possivel;)

beijos grandes

***
Obrigado princesa Amelie :)
na tua caixinha há dias que sim outros que não :P

beijocas
***
É mesmo isso Anne o melhor é aproveitar ao máximo!!

beijo

lilás disse...

Num dia cinzento como o de hoje, gostei e sou bem este poema...
bjs

maria inês disse...

Idade???? Deixa-a ficar a descansar e vem comigo com a minha cara mais linda!

Bom fim de semana

Xana disse...

lilás, obrigado pela tua visita e palavras doces, vem sempre que quiseres!!

****

Inês , assim é que é :)))))

BOAAAA!
beijo

Luísa disse...

A idade só tem o peso dos anos que lhe queremos dar...
Dias de criança, dias de velho, mas sempre dias com vida!
Beijinho terno!

Beatriz Vieira disse...

Oi querida!!!
Linda analogia com a árvore..
Só uma pessoa com grande sensibilidade para escrever algo assim.
Beijos
Bea

Multiolhares disse...

As árvores caiem de pé, vivem pela força de vida que as raízes mantêm.
Devíamos aprendes com a natureza a força da vida

Namastê

Liar disse...

Muito bonito amiga Xana, a idade e a vivência é que fazem de nós o que somos, e nós ainda temos muito tempo para viver e e quando chegarmos a adormecer que sintamos que afinal nós já VIVEMOS!

Adorei.

Bjinhos

Céci

tossan disse...

Puro e belo! Escreves tão suave e poeticamente muito bem!

Fostes a única a entender que o meu texto foi para aqueles que não voltaram da viagem do Air France, só troquei o ar pelo mar porque não fiz nenhuma foto de avião. Beijo

Andrea B. disse...

Xana querida! passei pra desejar pra ti e tua familia um lindo final de semana e agradecer por ter autorizado colocar seu poema no blog, vou posta-lo e te aviso tá?Obrigada sempre pelo teu carinho!Bjão pra ti...;)

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz


(Charles Chaplin)

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl

Xana disse...

Luísa, desde que realmente seja com uma vida digna! beijos

***
Obrigado Beatriz pelas tuas palavras sempre tão incentivadoras :)
beijinhos
****
Luna , a mãe natureza nos ensina muito :)
beijos

****
Céci , que a nossa vida seja sempre cheia de grandes vivencias e felicidade :)
beijinho

****
Obrigado Tossan ;), pelas tuas palavras e presença tão importante para mim.
beijo meu

****
Andrea , obrigado e força nesse post rsrsrsrsrs

beijinhos

*****
Eduardo, obrigado pelas tuas lindas escolhas de poemas e pela tua presença
beijo

Anónimo disse...

Passei para te desejar um Feliz Fim de Semana e agradecer as palavras deixadas no meu blog.
Aqui voltarei.
Beijo.
isa.

Helô Müller disse...

Que bela e verdadeira poesia, Xana ! Metáfora maravilhosa essa comparação da árvore à seiva da vida ... Parabéns pelo seu espaço, e de retalho não tem nada ... rs ( outra metáfora aí, minha gente !! rs)
Beijos e um belo de um findi !!

Helô

Compareça aos meus aposentos, ficarei feliz !!

Cadinho RoCo disse...

Vivemos em constante envelhecimento.
Cadinho RoCo

Cris Rubi disse...

Oi maezinha, nossa desculpa minha sumida, juro que agora estou de volta, já juntei todos meus pedacinhos ( retalhos), e sempre bom te ver por aqui
amo-te

Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

Katarine disse...

Ei Xana!
Estou sumida, mas não porque quero. O corre-corre do dia-a-dia tem de afastado um pouco.
Mas volto pra dizer que tem um selinho lindo pra ti no meu blog.
Bjos!!!

utopia das palavras disse...

Com muito sentido o teu poema, exaltação à vida, que ternamente adormece!
Desde que ternamente...!

Beijo, Xana

Olavo disse...

Minha querida
Agradeço as palavras de carinho no blog..
Beijos

Lmatta disse...

goto do teu conjunto
beijos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Muito,muito bonito!!!

Somos árvores,como elas perecíveis sem que lembrem de quanta sombra e abrigo oferecemos!!!

Beijos!!!Sonia Regina.

ISA disse...

De facto as árvores são seres vivos e se não forem cuidados morrem. Tenho 2 árvores na minha rua que bem mereciam tem um poema como este vosso. Pois há 2 anos que informei a junta de freguesia e esta, por seu lado, informou o Departamento de Salubridade, Espaços verdes e Transportes da Cãmara Municipal de Almada e nunca mais as pobre das árvores são podadas.
PARABÉNS!
jinhos
Isa

OUTONO disse...

Muito bem construido.

Gostei.

Luísa disse...

Não há idade para ser velho!

Beijinho terno!

Nilson Barcelli disse...

A idade, dizem, não perdoa.
O que poodemos fazer é adiar o mais possível esse perdão da idade... eheheh...
Querida amiga, gostei imenso do teu poema.

Do teu post abaixo:
Também tenho o mesmo problema, mas só muito esporadicamente. Terá começado há cerca de 1 a 2 semanas e hoje, por exemplo, ainda não apareceu.
Não faço a mínima ideia do que é, mas penso que terá a ver com a impossibilidade do explorer abrir algumas aplicações dentro dos blogues (talvez apresentações ou vídeos, não sei bem, já que nalguns blogues abre tudo bem).

Querida Xana, bons feriados.

Beijo

Parapeito disse...

...e tal como elas....morremos de pé :)
Gostei de te ler....um abraço***

Andrea B. disse...

Oi Xana querida! td bem aí? passei pra te dizer que coloquei teu poema no meu blog, com link para seu site na imagem, tá do lado direito da página....obrigada viu!...Gostei tanto que sempre estará ali, visível aos olhos de quem me visita e aos meus também...:)

Bjão pra ti

Xana disse...

Isa , obrigado pela visita :)
bons feriados, beijinhos

***
Helô obrigada pelas palavras carinhosas e de incentivo à minha escrita , beijos
****
Cadinho, só temos de estar bem resolvidos para a aceitar!!
abraço!
***
Cris , minha filhota obrigado pela tua presença :)
grande beijooooo


*****
Um beijinho Sónia , obrigado e espero que estejas feliz :)

****
Katarine, obrigado pela lembrança, quanto aos selos há um tempão que nem os coloco, venho aqui de fugida para escrever que é aquilo que gosto e de vos ler, e nem tenho tempo para selos ...logo que tenho um tempo eu coloco ele
obrigada e beijos muitos!

****
Ausenda , e afinal o que podemos fazer contra? Nada não é? o melhor mesmo é a aceitar bem :)
beijinhos e bom feriado

****
Olavo, essa dor e essa falta de aconchego como te disse nem sei o que é, mas espero que estejas rodeado de pessoas que te possam dar muitos mimos.
beijinhos meus e um grande abraço apertado.
****
Helena , beijos e obrigado :)
bons feriados

****
Sónia , obrigado pelo teu entusiasmo que mostras quando me comentas, é muito incentivador :)
beijos querida!

****
Isa , isso é coisa à Portugal,beijinhos!!

****
Outono, obrigado pelas tuas palavras que tenho em muita consideração !
beijinho

****
Luísa, isso é verdade por vezes vejo malta jovem que tem uma mentalidade mais velha que eue! hehehehehehe

beijinhosss

***
Nilson e a gente que a tem de perdoar sempre as rasteiras que nos vai pregando :)
beijos

****
Parapeito, o melhor mesmo é mesmo em pé conseguirmos adiar essa coisa :))

beijo meu

****
Andrea , obrigado querida, és um amor :)
beijinhos meus e diverte-te muitoooo!

O MEU MUNDO disse...

Obrigado pelo comentáro no meu blog!

Gostei muito deste poema... algo nele me faz sentir como uma árvore, e dela me alimento... as raizes... essas escondo-as!
Beijinhos

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Amiga Menina Marota, começei uma serie de postagens de amigos do blogger UMA ILHA PARA AMAR, e gostaria muito postar uma poesia tua.
Fica a teu critério a escolha, me manda por email uma que você gostaria de ver postada no blogger.
Obrigado pela atenção
Abraços Eduardo Poisl
eduardopoisl@gmail.com