quarta-feira, 19 de março de 2014

Sentimentos



Não devia ser assim,
queria ter a certeza dos valores que transmiti
da certeza da vida que lhes dei
do tempo que as amei.
Não queria sentir isto,
a angustia do futuro
o medo de se magoarem,
o vazio de se perderem.
Não devo chorar.
Fiz o melhor que pude e soube,
agi pelo coração e pela razão.
Agora tenho de esperar e observar,
tenho de amparar e confiar.
E amar como as amei desde o primeiro segundo.

( imagem da net)




                                                                    


Enviar um comentário